Traição provoca mortes de quatro pessoas da mesma família no Agreste de Pernambuco

Homem descobre que o irmão o traia com a esposa e joga carro contra árvore. Irmão se mata em seguida


Veículo do primeiro acidente, um Fiat Strada, ficou completamente destruído. / Foto: TV Jornal Caruaru



Veículo do primeiro acidente, um Fiat Strada, ficou completamente destruído.

Foto: TV Jornal Caruaru


Uma tragédia familiar foi registrada no Agreste pernambucano na manhã desta segunda-feira (10/8). Quatro pessoas da mesma família morreram em acidentes de trânsito diferentes, na rodovia PE-90, no município de Vertentes, provocados pelos próprios condutores. As mortes teriam relação com traição, ciúme, culpa e suicídio. 
No primeiro acidente, ocorrido por volta das 5h, em terras do Sítio Barriguda, morreram três pessoas. Ademir Alves de Souza, 37 anos, a esposa, Francisca Leitão da Silva, conhecida como Rosa, 37, e o futuro genro do casal e primo de Ademir, Marcos Venício Alves de Souza, 20. Segundo apuração dos policiais de plantão na Delegacia de Santa Cruz do Capibaribe, responsável pelo registro do caso, Ademir teria descoberto que a mulher o traia com o próprio irmão, Clebson Alves de Souza. Revoltado, Ademir teria jogado o carro em que a família viajava, um Fiat Strada vermelho, placa OYW-7863, contra uma árvore. 
Francisca Leitão e Marcos Venício morreram na hora. Ademir ainda foi socorrido e levado para o Hospital Municipal de Vertentes, mas faleceu logo após dar entrada. "Acreditamos que o condutor jogou o veículo contra a árvore porque não havia marca de frenagem na rodovia e o velocímetro do carro estava travado em 200 km/h", afirmou o delegado de Santa Cruz do Capibaribe, Humberto Pimentel, que estava de plantão.
Três horas depois, acontece o segundo acidente, aumentando a tragédia familiar. Após ver o irmão, o primo e a suposta amante mortos, Clebson Alves de Souza se joga embaixo de uma carreta carregada de cimento que trafegava pela PE-90. "Ele saiu do acidente do irmão transtornado. Cerca de cinco quilômetros depois, deixou a moto na beira da pista e se jogou quando a carreta passava. O motorista do veículo disse que não houve tempo para nada", contou o delegado.
A informação sobre a traição familiar foi confirmada à polícia por parentes das vítimas. "Duas pessoas contaram tudo. Disseram que Ademir ficou sabendo da traição da esposa com o irmão. Não teremos nunca como confirmar, mas são as informações que constarão no material que será enviado como diligência à Justiça. Trata-se de dois suicídios e de dois homicídios, mas o culpado está morto", explicou Humberto Pimentel. As vítimas residiam em Riacho das Almas e se dirigiam para Toritama, na mesma região.
Share on Google Plus

About Geisa Santos

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment